quinta-feira, 2 de abril de 2009

O homem da estação-parte final


Lá estava eu no parque em mais um dia de outono, atrás de um homem. Não o mesmo homem, não o encantador ser com um violão mágico, mas sim o meu pequeno descobridor de si mesmo. Passei a noite toda pensando nele, fazendo perguntas imaginarias a ele. Passei a noite toda com o pensamento nele. Eu precisava ir ali, eu tinha que fazer isso.Cheguei e para a minha maior surpresa ele não estava lá. Ele não era uma menina boba como eu, que ficava atrás de um violão durante anos. Senti-me insignificante no começo, mas depois fiquei alegre por ele não repetir os mesmos passos tristes que eu dei.
Fui caminhando em direção a minha casa, quando senti alguém ao meu lado. Era ele. Todos os sentidos ficaram em alerta e eu não sabia o que falar. De novo ele foi mais esperto e rápido que eu e disse:
Eu te acompanho a mais tempo do que você imagina. Durante todos esses outonos eu vi você caminhar por esse parque atrás do musico encantador, com toda a sua tristeza, aumentando toda a minha dor. Todo dia eu queria estar ali, te proteger e falar palavras encorajadoras pra você,mas me contive,acho que você precisava desse tempo,desse seu momento.Depois de cinco anos de espera,esse ano você apareceu diferente,pode nem ter notado,mas estava.Ao pisar nesse parque você não olhou para os lados atrás dele,simplesmente foi a macieira e tocou,para a sua felicidade e não para a busca dele.Esse era o momento pelo qual eu estava sempre procurando.Eu fui lá e apareci,do jeito como você viu.Tinha meus medos,meus desejos,mil palavras a serem pronunciadas e poucas que realmente foram ditas.Eu não sabia que era tão forte esse sentimento,aquelas emoções.Quando vi eu estava ali,deitado sobre a grama pensando sobre toda a minha vida e sobre você.Todas aquelas imagens de cinco anos passavam como flashes na minha cabeça,e ao mesmo tempo que eu queria falar pra você eu não conseguia nem me mexer.A única forma que eu encontrei pra mostrar o quanto aquilo era bom foi mexendo as pontas dos meus dedos.Quando você se foi eu percebi que tudo tinha mudado e que eu não poderia simplesmente te esquecer.Ao ver você correndo para longe de mim ,primeiramente eu fiquei triste,achando que nunca mais você apareceria por aqui,mas depois fiquei contente por pensar que o seu martírio tinha acabado,que não estaria mais presa neste parque.Hoje vim aqui de novo e quando a vi,tudo disparou.Você me procurava,eu sentia,e aquilo me encheu de alegria.Não tinha como ficar parado,não tinha como não fazer nada,e aqui estou eu explicando tudo,mesmo que no fim você não entenda.
Escutei tudo calada, e confesso que não entendi a historia toda pela primeira vez. Não sabia seu nome, sua idade ou endereço, mas o abracei como quem abraça um amigo que há tempos não vê, como uma planta carnívora querendo sugar seus nutrientes, como um urso apaixonado segurando seu pote de mel. O abraço foi retribuído e por um longo tempo ficamos ali, juntos, escutando somente o som dos nossos corações.
Fomos para longe daquele parque, viver nossas vidas unidas com o nosso violão, mas todo outono voltamos para comemorar nossos aniversários de namoro em baixo daquela macieira. Nunca mais vimos o homem do violão mágico, mas se um dia ele aparecer, será sempre bem-vindo na nossa família.


Mah

12 comentários:

T i e l l y*** disse...

Lindo encerramento!
amei toda a trilogia!
bjs

T i e l l y*** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Moguih disse...

O homem da estação,lindo o encerramento, Amei, muito romantico *---*

Beijos ;*

Vandi disse...

Que história linda !
Amei a trilogia também , e ainda mais o final *-*
O mais legal é ver como as vezes é preciso ter paciência e calma, pois se ele tivesse surgido antes talvez tudo tivesse sido diferente.

bjoos

Má. disse...

Lindo *--*
Tu conseguiu terminar muuuito bem Mah!!
Parabééns!!

;***

Tataahzinha disse...

Oiiii! Meu blog mudou!
Agora é esse aqui: www.peripeciasdatatah.blogspot.com

Obrigada a todos que NUNCA me abandonaram e estiveram do meu lado mesmo depois do meu afastamento!
Quem me acompanhava, peço que acompanhem no outro e saiam do antigo tá?

e agora.. VAMO QUE VAMOOO que eu to de volta!
beeeijo

blogdathethy disse...

Amei seu blog...parabéns pelas suas palavras...gostaria que fossemos parcerias o que vc acha?
Dê uma passaddinha lá no meu e comente também...
bjinhussssssss da THETHY...

Luana disse...

Romance...
O que posso dizer? Sou mais uma garota boba que adora e acredita!

*______*

Marcella ♥ disse...

Preciso aprender a tocar violão, para encontrar ele em um parque longe dessa louca civilização!

Amei, e tem post novo!

Mary West disse...

Poxa tão doce que deu pena terminar.

Jillian disse...

Ai poxa brigada pelo apoio e desculpe a demora de responder >< estava viajando ;/

Tão doce e inocente essa história. Aqueles contos que você não ouve mais sabe? Fechou com chave de ouro a trilogia. Fiquei triste por terminar. Reli ela todinha :\

beeijo, menine :*

Yamim.Fontes disse...

Meu que emocionante a historia *--*
o final fecho com chave de ouro ;]
Ah! o outono, tempo de namorar nos parques, debaixo de uma imensa arvore, Amei ♥

Kisses Girl ;**