domingo, 2 de novembro de 2008

Tem gente que nasce com isso e tem gente que constrói isso...


Vai falar que alguma vez na sua vida você não se sentiu meio down,porque você tinha dificuldades para fazer algo que outra pessoa ao seu lado fazia sem nem suar?Pois é, isso é meio chato,mas você se achará nessa situação durante vários momentos da sua vida!Já citei aqui um episodio cômico do meu grupo de TKD (Tae Kwon Do), mas também não acontece só coisas engraçadas lá que beiram o humor negro como a história do “S”,durante várias vezes eu já tive vontade de desistir pra ser sincero ,por vários motivos,tenho que pegar ônibus,tem vezes que o treino é duro,mas isso a gente supera.O motivo que muitas vezes já botou essa sensação de desistência no meu peito sobre o TKD foi que eu não sou dos melhores graduados,sou daqueles que demoram pra aprender punses,ficam nervosos na luta de competição e não é dos mais flexíveis.E isso costuma ser chato,principalmente quando você treina com pessoas que começaram junto com você ou até depois e são talentosos por natureza , parecem até que quando nasceram já chegaram ao mundo mandando um chute perfeito.Mas ai lembro das palavras do meu professor,porque ele quando entrou também entrou tarde para o esporte (ele tinha 17 anos e eu entrei ano passado com 16) e ele também era cheio de dificuldades para aprender os golpes e raciocinar nas lutas,nas palavras dele ele era “uma negação para o TKD” mas ele se esforçou,suou e sangrou para compensar o talento que ele não tinha,ele teve que construir o seu próprio talento,ganhou sua primeira luta em uma competição quando era faixa azul, para quem entende de TKD sabe que é uma faixa já bem elevada é o 4° Gub (6° faixa),hoje em dia é faixa preta e é o único do grupo de amigos dele que entraram com ele no TKD que se formou faixa preta,todos os outros ficaram no caminho e ele continuou.Situações iguais a essas acontecem não só em uma luta mas em tudo,seja no curso de informática,no colégio,na pelada de fim de semana ou em outra situação qualquer,se você tem dificuldades para aprender mas gosta do que está fazendo você tem que construir o seu talento,tem que ralar pra conseguir.Não é só um tatame que exige um guerreiro,a vida exige que você seja um guerreiro e a cada dia ela vai te bater mostrando isso.Durante o 1 ano de TKD que eu tenho,tive lições que vou levar para o resto da minha vida,aprendi que numa luta você acha várias metáforas importantes que não são apenas para um ringue.Acompanhe meu raciocínio,quando você abaixa a guarda você toma uma porrada ,tem que estar alerta para algo que pode te acertar,sempre tem que ter o olhar fixo nos olhos das pessoas para saber como encarar a vida,se cair você tem que levantar esquecer da possível dor que você esteja sentindo e continuar batalhando pelo que você quer.Essas são algumas das várias lições mas com isso dá pra ter uma idéia.Não se abata pelos seus amigos que são ótimos lutadores ou as suas amigas que escrevem em um blog que te convidaram pra postar infinitamente melhor que você (opa!?Tem alguma carapuça servindo ai?).Não se abata lute e mostre o que você pode ter e fazer.

“Tem gente que nasce com o talento,tem gente que tem que treinar o resto da vida pra construir o seu talento e tem gente que nasce com talento e treina o resto da vida e vira um Michael Felts"

Uirá Freitas, meu professor faixa preta de Tae Kwon Do.





(A primeira foto é o grupo na ultima competição,a segunda eu só botei porque eu fiz no photoshop e achei q ficou legal)


4 comentários:

;) disse...

Esse seu texto me fez lembrar de duas coisas.
Primeiro foi quando o Oscar, o jogar de basquete, ouviu que ele tinha o dom de fazer cestas e ficou MUITO bravo. Ele disse que tudo que ele construi se baseou nos treinos, foram dias e dias acordando cedo e dormindo tarde, treinando pra ser bom.
Treino+ força de vontade = TUDO o que quisermos.
E a outra, a vida não está interessada no quanto de porrada que você dá, e sim no quanto você aguenta apanhar!

;****

Marcella *-* disse...

Dois conselhos para esse amigo virtual (kkk)
Jamais se compare com outras pessoas, cada um têm seu própio jeito de ser, ninguém é igual, nem comparavél.
Segunda dica: Não desista!

Você escreve muito bem e as duas fotos estão otimas!

Postagem nova nos meu blogs:
www.cabelocorderosa.blogspot.com
www.tdfgirls.blogspot.com

Mayara Gabriela ♪ disse...

pcrer pode crer! concordo com tudo aê! ;)
;*

Mary West disse...

O importante mesmo é naum desistir cara, tá certo que as vezes ficamos desmotivados mas a conquista sempre valerá a pena.